Australia

O cristianismo foi introduzido com a colonização europeia da Austrália a partir de 1788. Das denominações cristãs, a mais predominante era a Igreja Católica Romana, encontrada entre irlandeses condenados e Anglicanos, entre outros prisioneiros. Outros grupos eram também representados, por exemplo, pelos Tolpuddle Mártires, que eram metodistas.

Após a colonização, alguns marinheiros e prisioneiros muçulmanos foram à Austrália em navios de condenados. Afegãos se estabeleceram no país na década de 1860, na década de 1870 malaios diversos foram recrutados (a maioria, subsequentemente, foi repatriada). Apesar disso, o Islã não era uma força durante este período.

Durante a Com exceção de uma pequena mas significante população luterana descendente de alemães, a sociedade australiana, em 1901, era predominantemente anglo-celta, com 40% da população pertencendo à Igreja Anglicana, ainda Igreja da Inglaterra, 23% de católicos, 34% de outras linhagens cristãs e 1% professavam religiões não-cristãs. O primeiro censo, realizado em 1911, mostrou que 96% da população se identificou como Cristão. Hoje em dia 37.2% dos australianos se declaram protestantes, 25.8% dos australianos se declaram católicos, 2.7% se declaram cristãos ortodoxos, 0.2% se declaram ortodoxos orientais, 2.1% se declaram budistas, 1.7% se declaram muçulmanos, 0.7% se declaram hindus e 0.4% se declaram judeus. Entre esses 18.7% dos australianos se declaram sem religião e 0.5% se identificam com outras religiões.

APP ADBELEM no seu Smart phone no Apple TV e Roku

Tenha todo conteúdo da Assembléia de Deus USA em seu celular e acompanhe os conteúdos exclusivos.

Inscreva-se para receber a NewsLetter

Oferte Agora